• Criança

A relação entre a infância e o meio ambiente

 

As crianças personificam nossos sonhos e esperanças para o futuro. Elas também herdam nosso legado, incluindo as conseqüências de como tratamos o ambiente. No início do século 21, aproximadamente onze milhões de crianças ainda morrem todos os anos por causas que poderiam ser evitadas. A qualidade ambiental é um dos principais fatores que determinam a sobrevivência da criança nos primeiros anos de vida, e influencia fortemente o seu desenvolvimento físico e mental.

A relação entre infância e ambiente foi reconhecida em várias declarações internacionais e acordos na década passada. A Convenção dos Direitos da Criança, adotada pela Assembléia Geral das Nações Unidas em 1989, definiu e defendeu princípios básicos para todos os jovens domundo até a idade de 18 anos.

O reconhecimento formal nas políticas nacionais e internacionais sobre a susceptibilidade da criança mostra um avanço e expectativa de que os países passem a adotar legislações que protejam a criança dos efeitos adversos da exposição a contaminantes ambientais. Todavia, mais de 5 milhões de crianças entre 0 e 14 anos morrem de doenças relacionadas ao ambiente. Para a América Latina e Caribe são estimadas em mais de 80 000 crianças, enquanto que nos Estados Unidos 61% dos casos de intoxicação ocorrem em crianças menores de 6 anos. O custo, não somente para a saúde da criança mas também para a economia dos países, é alto.

No final da década de 90, a China perdeu cerca de 7,7% de sua produção econômica potencial por problemas de saúde provocados pela contaminação. Duas enfermidades

associadas à contaminação do ar, a doença pulmonar obstrutiva crônica e as infecções das vias respiratórias inferiores, causaram a morte de 1,9 milhões de pessoas de todas as idades, isto é, mais de 21% do total das disfunções registradas na China.

Os principais problemas ambientais que impedem o desenvolvimento saudável da criança podem ser agrupados em 3 áreas:

- Riscos básicos, como por exemplo, água imprópria para consumo, poluição do ar nos lares e falta de higiene com os alimentos;

- Riscos modernos, resultantes do uso incorreto de substâncias químicas perigosas, disposição inadequada de resíduos tóxicos e degradação ambiental;

- Riscos mais recentes resultantes da mudança climática e diminuição da camada de ozônio.

E por que esses problemas ambientais afetam mais as crianças? Vários estudos alertam sobre a susceptibilidade das crianças aos contaminantes ambientais.

Alguns exemplos de comportamento e atividades típicas das crianças incluem contato da boca com objetos, superfícies e partes do corpo, crianças pequenas passam maior tempo próximas do chão, o que aumenta a exposição a contaminantes presentes em poeiras, solo e carpetes, bem como a vapores (p. ex. radônio ou praguicidas) que permanecem nas camadas próximas ao solo.

A chave para a proteção é a prevenção, portanto, no estabelecimento de padrões ambientais deve-se considerar todas as fontes de exposição da criança, a sua alimentação diferenciada e que os estudos de efeitos na saúde incluam efeitos no organismo em desenvolvimento, não somente no adulto, cujo organismo já está formado.

Entendemos que os esforços devem ser conjuntos para a realização de ações integradas dos órgãos de meio ambiente, saúde, educação e da sociedade civil (incluindo ONGs, associações de bairro, de pais e mestres) para que os pais, os educadores e principalmente as crianças estejam informados sobre a importância da preservação da qualidade ambiental e sua influência na própria saúde. Somente uma forte aliança entre todos os setores da sociedade poderá promover ações mais efetivas para a proteção da saúde infantil.

João Carlos Mucciacito

[Fonte: Neomondo - 21/01/2009]

 

Sobre o autor:

João Carlos Mucciacito é Químico da CETESB, Mestre em Tecnologia Ambiental pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas da Universidade de São Paulo, professor no SENAC, no Centro Universitário Santo André - UNI-A e na FAENG - Fundação Santo André.

 

Matérias relacionadas:   (links internos)
»  Objetivos do Desenvolvimento Sustentável
»  Meio Ambiente (Temas Especiais)
»  MEIO AMBIENTE - 5 de junho - Dia Mundial do Meio Ambiente (notícia 05/06/2013)

Referências:   (links externos)
»  A ONU e o desenvolvimento
»  CAOPMA/MP-PR - Centro de Apoio das Promotorias de Justiça de Proteção ao Meio Ambiente
»  Painel de especialistas da ONU cria rascunho com objetivos sustentáveis (notícia 09/05/2013)

 

 

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem