• Criança

Criança e Adolescente

29/09/2014

INTERNET - Elaboração de Plano Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

 

INTERNET - Elaboração de Plano Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

Com o intuito de facilitar o acesso ao material referente à elaboração dos Planos Municipais de Atendimento Socioeducativo, disponível nas páginas de internet deste Centro de Apoio, foi disponibilizado página única com os links necessários para modelos e publicações - além de outros que possam servir de orientação.

Para acessar a página clique em "Elaboração de Planos Municipais".

Pretende-se reunir informações referentes a qualquer Plano Municipal afetos a área da criança, do adolescente ou da educação. Caso seja necessário algum material que ainda não esteja disponibilizado, este poderá ser solicitado pelo e-mail do CAOP: caopca@mppr.mp.br.

O Centro de Apoio Operacional das Promotorias da Criança e do Adolescente e da Educação lembra que o prazo para elaboração e aprovação dos Planos Municipais de Atendimento Socioeducativo, nos moldes do previsto pelos arts. 5º, inciso II e §3º, 7º e 8º, da Lei nº 12.594/2012 (a chamada "Lei do SINASE") está em curso, tendo como termo final o dia 14 de novembro de 2014.

Guia passo a passo

Aproveitamos, também, para recomendar a leitura da cartilha "Plano Municipal para a Infância e Adolescência (Guia para a ação passo a passo)", desenvolvida pela Fundação Abrinq em 2011 mantém-se atualizada e apresenta-se com boas orientações.

 

- Download PDF -

Plano Municipal para a Infância e Adolescência
Guia para a ação passo a passo
Realização: Fundação Abrinq - Save the Children
Informações adicionais:   Programa Prefeito Amigo da Criança
 
Download:         [ opção 1 ]         [ opção 2 ]
(formato PDF - tamanho 2,04MB - 76 págs - 1ª edição - São Paulo, 2011)

 

Plano Municipal para Infância e Adolescência - Passo a Passo

Considerando a construção do Plano Decenal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes, aprovado pelo Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente em abril de 2011, a Fundação Abrinq - Save the Children, por meio do Programa Prefeito Amigo da Criança publicou uma cartilha de apoio, alinhado com essa diretriz, que tem como foco sua viabilidade em âmbito municipal.

O material contém o passo-a-passo para elaboração do Plano Municipal para Infância e Adolescência para o período 2012-2021, com o objetivo de estimular os municípios a definir metas e ações locais orientadas pelas diretrizes e pelos objetivos estratégicos nacionais.

Alinhada aos princípios do Programa Prefeito Amigo da Criança, a cartilha é um subsídio prático para o desenvolvimento e fortalecimento de políticas planejadas, participativas e intersetoriais entre os órgãos da administração pública municipal para a promoção conjunta dos direitos da infância e adolescência.

Dessa forma, o Programa reitera a importância e recomenda aos municípios a intersetorialidade e articulação das políticas como formas de viabilizar a descentralização, de considerar os múltiplos aspectos das questões - especialmente das sociais, que nem sempre podem ser resolvidas por políticas setoriais ou especializadas - de evitar a pulverização de recursos, mas agregar forças e criar sinergias para a viabilidade das ações fixadas.

Propõe-se ainda, que essas políticas sejam pensadas de modo a superar os planos governamentais de curto prazo, em favor de um planejamento de médio e longo prazo, ou seja, a substituição de políticas de governo por uma política de Estado.

Vale ressaltar que, o Plano Municipal para a Infância e Adolescência representa o compromisso do município com a qualificação das políticas em benefício de crianças e adolescentes.

O Programa Prefeito Amigo da Criança convida os (as) prefeitos (as) a liderar o processo de elaboração do Plano Municipal para a Infância e Adolescência em razão da atribuição do poder público garantir os direitos sociais básicos tais como o acesso à saúde, à educação e à assistência social, bem como garantir os recursos necessários para viabilizar a elaboração e a execução dessas políticas públicas.

Após a sua elaboração, para que o Plano Municipal para a Infância e Adolescência se converta em política municipal com perspectiva de continuidade, recomenda-se seu encaminhamento à Câmara Municipal para apreciação e transformação em dispositivo legal.

Acesse aqui a Cartilha para elaboração do Plano Municipal para Infância e Adolescência.

Com informações da Fundação Abrinq

[Fonte: Notícia CAOPCAE/MPPR - 06/06/2011]

 

Matérias relacionadas:   (links internos)
»   Elaboração de Planos Municipais
»   Kit - Plano Municipal Socioeducativo
»   Publicações: Planos Municipais e Estadual pelos Direitos da Criança

Notícias relacionadas:   (links internos)
»   (29/09/2014)   INTERNET - Elaboração de Plano Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente
»   (11/08/2014)   SINASE - Prefeitura de São Luis apresenta Plano Decenal de Medidas Socioeducativas
»   (24/04/2014)   OFÍCIO CIRCULAR - Of. nº 060/2014 - Orçamento Prioridade
»   (03/06/2014)   DIREITOS - Plano Decenal dos Direitos da Criança e do Adolescente é apresentado a municípios
»   (21/11/2013)   SINASE - Gestores devem elaborar planos decenais de execução das medidas socioeducativas

Download:   (arquivo PDF)
»   Plano Municipal para a Infância e Adolescência - Guia para a ação passo a passo

Referências:   (links externos)
»   Fundação Abrinq - Save the Children

 

 

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem